Blog Esalqueanos

Você tem dificuldade de dizer 'não'? (Iskrépi; F-11)

05/02/2024 - Por luciana okazaki
Atenção: Os textos e artigos reproduzidos nesta seção são de responsabilidade dos autores. O conteúdo publicado não reflete, necessariamente, a opinião da ADEALQ.

273 views 0 Gostei 0 Não gostei

Falar ‘não’, declinar, rechaçar, recusar é algo que pode ser bastante doloroso ou até mesmo impossível para uns, e no meu caso, isso já foi um bloqueio considerável. Muita gente tem essa dificuldade e algumas pessoas até tem medo de fazê-lo.

 

As sensações que podem surgir a partir do momento que falamos ‘não’ podem variar desde culpa (de decepcionar o outro) até preocupação (de não receber futuras propostas, por exemplo, quando somos convidados a algum evento).

 

São inúmeras as situações que podem exigir um ‘não’. Vou citar alguns exemplos que me vem a mente agora e quero ver se você se identifica com alguma delas:

 

-ajudar alguém no trabalho com um projeto ou tarefa

-ir a um evento social

-auxiliar financeiramente uma pessoa

-sair com amigos

-realizar um trabalho extra

-ajudar um familiar ou amigo que precisa de apoio

 

As razões para negar são inúmeras: pode ser uma sobrecarga de trabalho, um cansaço físico, não possuir recursos financeiros ou não querer se comprometer financeiramente, não estar suficientemente bem para ajudar o outro, ou simplesmente a mais simples razão de todas: não querer aceitar o pedido, por não querer.

 

Algumas pessoas sentem a necessidade de justificar sempre que negam algo a alguém, no intuito de tirar esse ‘peso da consciência’. Fazem isso, as vezes, sem perceber.

 

Se você se encontrou em alguma das situações acima, quero te dizer duas coisas que me ajudaram bastante no processo:

 

1)      Um ‘não’ é uma frase completa – ela não precisa de justificativas

2)      Muitas vezes quando você diz ‘não’, está negando a proposta e não a pessoa

 

Essa grande dificuldade de dizer ‘não’ vem do medo de desagradar. Já passei muito por isso. Eu mesma era uma agradadora de pessoas. Sempre dizendo ‘sim’, quando na realidade queria dizer ‘não’. Nessa dinâmica colocamos as vontades dos outros a frente das nossas. E por quê em sã consciência fazemos isso?

 

No fundo, no fundo, a insegurança é uma das raízes dessa questão. Quando dizemos ‘não’ receamos que o outro nos rejeite. O sentimento de que o outros não vai mais ‘gostar’ de nós pode surgir.

 

Ou seja, o ‘não’, gera essa falsa ilusão de ‘abandono’ do outro, que vai gerar o medo de desagradar. O medo é só uma barreira para não acessarmos esse sentimento mais profundo. Faz sentido isso para você?

 

Se você quer aprender a ‘dizer não’ e ficar bem com isso, tenho duas leituras para te sugerir:

 

“A coragem de não agradar”, de Ichiro Kishimi e Fumitake Koga e “A sutil arte de ligar o f*da-se”, de Mark Manson

 

Ambos trazem insights bem interessantes sobre o assunto

 

Mas se você quer de fato superar isso, num nível profundo, sugiro a você fazer um processo terapêutico para trabalhar sua insegurança e as suas feridas emocionais de abandono e rejeição. Eu te ajudo nessa trilha para você explorar seu mundo interno ??

 

Luciana Okazaki (Iskrépi; F-11) ex-moradora da República Cupido, é engenheira agrônoma vivendo seu propósito como Terapeuta Integrativa

 

Quer explorar seu mundo interno e ter uma vida com mais saúde mental e bem-estar? Veja outros insights sobre o caminho do autoconhecimento no meu Instagram @luciana.okazaki

PUBLIQUE NO BLOG!