Blog Esalqueanos

Você é um produto ou produtor da sua realidade? Entenda o mecanismo do espelho. (Dema; F05)

14/10/2022 - Por rodrigo pazzinatto de almeida leite
Atenção: Os textos e artigos reproduzidos nesta seção são de responsabilidade dos autores. O conteúdo publicado não reflete, necessariamente, a opinião da ADEALQ.

452 views 9 Gostei 0 Não gostei

Diga-me com quem andas e te direi quem és. Certamente você já escutou esse ditado e muitas vezes ficou pistola da vida com sua mãe ou seu pai quando eles não gostavam de certas amizades, ou das pessoas com as quais você se relacionava amorosamente.

 

Permitam-me atualizar o ditado: diga-me com quem se relaciona e te direi o produto que és.

 

Pode ser um pouco assustador pensar que somos produtos do meio. Pensar que somos influenciados a todo instante. Há bases biológicas que fundamentam o ditado popular.

 

O neurônio espelho foi descoberto em 2004, sendo uma importante descoberta da década. É por meio desse neurônio que o aprendizado por imitação acontece. Ao observar ações, emoções, expressões faciais e comportamentos dos outros, moldamos a nossa maneira de existir no mundo. Isso é chamado de mecanismo do espelho

 

Somos produtos e produtores da nossa própria realidade. Somos influenciados diretamente pelas pessoas com as quais nos relacionamos, assim como somos influenciados por tudo aquilo que consumimos e pelo ambiente em que vivemos.

 

Um dos meus papéis como psicólogo é trazer reflexões, não direções. Algumas reflexões podem ser importantes e ajudam a perceber os encantos e desencantos da sua existência. Como anda, por exemplo, o ambiente em que você vive? É acolhedor ou não? E como são as pessoas com as quais você se relaciona? Te despertam ansiedade ou bem-estar?

 

A velocidade da realidade em que vivemos pode colocar a vida no modo automático. Nesse modo mecânico, fazemos sem pensar, existimos sem refletir, como se estivéssemos em um mundo de faz-de-conta.

 

O mundo de faz-de-conta pode te deixar em uma situação confortável porque tira sua responsabilidade do seu modo de agir e pensar. Mas encarar a realidade, por mais difícil que seja, te transforma em sujeito e autor da própria história.

 

Para deixar de ser apenas um produto das suas relações é importante mudar. Não há mudanças sem dor porque pra toda mudança existe uma escolha e para toda escolha existe uma perda.

 

Visto isso, acredito que vale a pensa se perguntar: Qual disposição você tem para mudar a sua vida?

 

Convido a conhecerem minha página no Instragram @rodrigopazzinatto.psi

 

É um lugar onde falo de relacionamentos, sexualidade e outros assuntos da psicologia.


Abraços esalqueanos

Dema (F05) - ex-morador da República Xapadão

Rodrigo Pazzinatto de Almeida Leite

Psicólogo, palestrante, escritor e, também, Engenheiro Florestal. 

PUBLIQUE NO BLOG!
PUBLICIDADE
APOIADORES