Blog Esalqueanos

VISITANTE

18/10/2016 - Por marcio joão scaléa
Atenção: Os textos e artigos reproduzidos nesta seção são de responsabilidade dos autores. O conteúdo publicado não reflete, necessariamente, a opinião da ADEALQ.

2351 views 0 Gostei 0 Não gostei


Junho de 2007, manhã fria, como de costume o Velho acordou ainda escuro, mas resolveu fazer valer sua condição de aposentado : virou-se e ficou deitado, naquela preguiça gostosa. Foi quando ouviu pela primeira vez naquela casa, ou melhor, em uma casa em que estivesse morando.

Já ouvira muitas vezes em outros lugares, os mais inusitados. Na casa de sua irmã, encravada em São Paulo, bairro de Pinheiros. Décadas atrás, na casa de sua outra irmã, em Maringá, Paraná. Em diversos quartos de hotel nas cidadezinhas do interior do país, por onde passara. Mas nunca os ouvira em seu quintal ou jardim. Nem quando morou em fazendas em Mato Grosso e no Paraguai.

Mas desta vez não havia dúvida : um sabiá cantava ao amanhecer em seu quintal, quem sabe no pé de amoras, quem sabe no maracujá doce. Agora, os dias do Velho só começavam depois do suave monólogo do Visitante.

PUBLIQUE NO BLOG!
PUBLICIDADE
APOIADORES