Blog Esalqueanos

Vai Agronegócio. 25 Anos Cumprindo Missão Vitoriosa (Sifu F91)

29/12/2016 - Por marcos fava neves
Atenção: Os textos e artigos reproduzidos nesta seção são de responsabilidade dos autores. O conteúdo publicado não reflete, necessariamente, a opinião da ADEALQ.

6984 views 0 Gostei 0 Não gostei

ciproxin torrino

ciproxin posologia click
A ideia de agregar parte de meus textos em agronegócios publicados na grande imprensa numa coletânea que gerasse este livro surgiu em finais de 2014, visando preparar o material para o festivo ano de 2016, quando completaria 25 anos como Engenheiro Agrônomo formado pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (turma 1991). Chamamos esta comemoração de Jubileu de Prata. 
 Com este objetivo procurei contar neste livro o que foram 25 primeiros anos de carreira onde dei muita sorte de atuar no agronegócio, que neste período teve um crescimento fantástico em produção, produtividade, exportações, imagem e geração de valor, a ponto de se transformar no principal negócio do Brasil, com imenso reconhecimento e respeito internacional, que pude ver crescer ao longo de 25 anos de viagens. Portanto o leitor agora entende o por que dos 25 anos, é a coincidência da vida e do agro. E o “cumprindo missão vitoriosa” vem do hino da ESALQ/USP, que serve para o agro dos últimos 25 anos, que cumpriu missão mais do que vitoriosa. Este livro sai no formato que fala a linguagem do jovem e do que defendi ao longo dos textos. É digital e gratuito, de tal forma que todos podem democraticamente ter o arquivo em seus equipamentos e ler algo quando quiserem, sem carregar peso, gastar papel ou participar da “vida antiga”. Aqui é vida nova, de graça e a hora que quisermos. Sem xerox ou correio... É um livro “carbon free”. Os temas são variados, e podem ser percebidos na leitura dos títulos. Alguns são mais técnicos e propositivos, outros mais críticos e políticos, corajosos no contexto onde foram publicados, alguns fora da temática direta do agro, mas tocando assuntos que se referem ao agro, enfim uma salada de textos, organizada por ordem de publicação.  
Minha recomendação ao selecionarem alguns capítulos para lerem é que vejam na parte esquerda onde e quando (principalmente o ano) foram publicados e se coloquem no contexto daquela época para ver o que pensávamos, o que acertamos e o que erramos. Uma conversa de passado, presente e futuro, com muitos temas que agregados podem dar debates em salas de aula. Alguns destes textos têm outros autores, que foram citados logo abaixo, gente com quem tive o privilégio de escrever neste período todo. Em alguns textos fiz comentários ao final sobre a leitura de 2016. Nenhum texto foi modificado ou teve partes cortadas. Termino com um capítulo tentando dar opiniões em como serão os próximos 25 anos do agro. 
 Antes de concluir, devo aqui diversos agradecimentos. Primeiro à família que criei nestes 25 anos, minha esposa Camila e as três filhas Beatriz, Julia e Cecilia. Coincidentemente eu fecho esta introdução e este livro justamente no dia em que completo 20 anos de casado. 
Também às famílias que nos criaram e convivem conosco, meus avós, meus pais, irmã, cunhados e cunhadas, sogro e sogra, tios e tias, sobrinhos, primos, afilhados, enfim, todos. Agradeço a todos os amigos que fiz nestes 25 anos de carreira e 48 de vida, os da ESALQ F-91 e outras turmas, os do CLQ, os da FEA, da FEARP, da USP, de Wageningen (Holanda), de Purdue (West Lafayette/Indiana – EUA), entre outros. Aos meus amigos do Pensa/USP, nosso grande formador, da Markestrat, estes os atuais sócios na luta por um agro mais competitivo. Aos meus amigos todos da vida, com quem aprendi nestes 48 anos e espero aprender muito mais nos próximos. Não os citarei nominalmente senão o livro ganha mais 100 páginas, que alegria conhecer esta gente toda, não tem nada melhor! Um agradecimento a todos os meus milhares de alunos, desde a graduação, mestrado, doutorado, MBAs, aos que assistiram as minhas palestras, pois muito do que foi escrito aqui o foi à partir de discussões com vocês, de aprendizado que tive, de lousas à moda antiga. A todas as organizações que permitiram que eu fizesse projetos e pesquisas, desde planos estratégicos até mapas de cadeias produtivas ou outros tipos, que também me inundaram de aprendizado. Especial agradecimento aos amigos da Ouro Fino por financiarem a edição visual do livro e aos amigos da Canaoeste pelos trabalhos de revisão do material, muitos textos já antigos e sem arquivos digitais. Um agradecimento especial à Universidade de São Paulo. Os que convivem comigo e os que lerão alguns capítulos aqui dedicados a ela sabem o quanto luto para publicar por ela, pesquisar por ela, ensinar por ela, a defender ela e tentar o difícil trabalho de modernizá-la. Mas devo tudo à USP, pois sentei gratuitamente em seus bancos por 12 anos e completo em 2016 maravilhosos 21 anos como professor. Seguindo os passos do meu pai, retribuirei até não aguentar mais.
Finalizo o livro agora em dezembro vendo que ano complicado foi este de 2016. Passamos por crise política, por outro impeachment, pela destruição de um partido que tanto mal fez ao Brasil nas urnas, por amplo desastre econômico, prisões generalizadas de políticos e empresários, sucesso na Olimpíada, o triste desastre da Chapecoense, entre muitos outros fatos que farão 2016 ser muito lembrado nos livros de história. Para mim um ano emocionante, onde pude participar da festa de 25 anos de formado trocando medalhas com o meu pai, que completou 50 anos de formado pela mesma ESALQ/USP e ter um ano de muito trabalho e produção, mesmo com a crise. Este parágrafo final escrito em 06/12/16 representa a clareza de terminar metade da minha vida profissional neste exato momento. 
Espero poder viver os próximos 25 anos do agro como vivi estes primeiros 25, como professor na minha FEARP e voltar em 2041 concluindo a minha segunda metade com alguma outra obra. Se será em forma de livro, de “WhatsApps”, de pílula, de nuvem, só Deus sabe. 
Que a leitura deste material possa ser útil a todos vocês. 
 Marcos Fava Neves Ribeirão Preto, 06/12/2016 
http://markestrat.org/agribusiness/wp-content/uploads/2016/12/vai-agronegocio-marcos-fava-neves.pdf
PUBLIQUE NO BLOG!
PUBLICIDADE
APOIADORES