Blog Esalqueanos

Orquidofilia

22/08/2021 - Por elton schaaf zotelli
Atenção: Os textos e artigos reproduzidos nesta seção são de responsabilidade dos autores. O conteúdo publicado não reflete, necessariamente, a opinião da ADEALQ.

447 views 19 Gostei 0 Não gostei

Quando iniciei na orquidofilia em 2005, a internet não era tão rica em informação como hoje, e conhecimento sobre orquídeas era adquirido principalmente por meio de livros e dividindo experiências com outros orquidófilos da sua região. Ávido por conhecimento, fui orientado a procurar por uma associação de orquidófilos.

Chegando na associação, o então presidente era o Fernando Olitta (F64), que foi Professor titular do Departamento de Engenharia, na área de irrigação e drenagem. Não fui aluno dele na graduação, mas tive o privilégio de ter ele como um dos meus mestres na orquidofilia. Muito atencioso e solícito, me ensinou muito sobre o cultivo de orquídeas.

Essa relação se tornou amizade, e nos encontros de domingo, passávamos horas na estufa dele conversando sobre orquídeas e na hora do churrasco me contava vários “causos” esalqueanos enquanto apreciávamos uma bohemia gelada (a preferida dele). Gostava muito de cozinhar, e a cada encontro servia uma nova receita.

Sua coleção de orquídeas era muito eclética, tinha orquídeas de diversos gêneros e espécies, com plantas raras e exóticas, mas uma das preferidas dele era a Cattleya walkeriana, com quase todas as variações de cores representadas na coleção.

Com o seu falecimento e a família não tendo como cuidar (devido a quantidade de plantas), tive a honra de adquirir suas orquídeas e dar continuidade na coleção.

Uma das melhores plantas dele acaba de florescer comigo, e a batizei com seu nome, em homenagem ao grande esalqueano, orquidófilo e amigo que foi.

Elton Zotelli (Pulvilho F98) ex-morador da República Disbwm, é engenheiro agrônomo e orquidófilo

PUBLIQUE NO BLOG!
PUBLICIDADE
APOIADORES