Blog Esalqueanos

O primeiro quinquênio e a eterna gratidão (CPI; F17)

10/10/2022 - Por matheus calheiros santos
Atenção: Os textos e artigos reproduzidos nesta seção são de responsabilidade dos autores. O conteúdo publicado não reflete, necessariamente, a opinião da ADEALQ.

730 views 21 Gostei 0 Não gostei

O início

Era começo de 2013, o dia ensolarado em Piracicaba, não imaginava o que estaria por vir nos próximos anos da minha vida.

O cabelo já raspado nas laterais pelos amigos da minha cidade, como um "trote" iniciando o novo caminho que viria na vida universitária

Lembro que no dia da matrícula, recebi uma abordagem de um senhor de jeito simples, mas com muita história nas costas. Se aproximou e veio conversar comigo e com meus pais

 

"Bixo, você não tem ideia do que irá viver aqui, essa escola é de uma importância sem igual"

 

Não tinha criado expectativa alguma, pra ser sincero, imaginava que seria só mais uma fase...

Sabia de nada inocente...

O saudoso Dr. Kixú não tem ideia, mas aquela conversa mudou o resto da minha vida

Ouvia falar da fama dessa escola localizada no interior de São Paulo, mais precisamente em uma cidade que me acolheu com um carinho no meio dessa vida cigana

O menino do interior de Minas Gerais, que viveu em Ribeirão Preto, resolveu juntar o "uai sô" com o "vira as derrreita"

 

Estava escrito

O tal destino é uma palavra que não se explica, as coisas acontecem de uma forma que a gente não entende, mas que se encaixam de um jeito que quando chega lá frente a lembrança vira um sorriso de gratidão

Esse destino que bateu na porta na minha chegada a Pira

A bateria do meu celular acabou no dia, me fazendo ser abordado pela República Pau-a-Pique, minha eterna casa e família

 Meu atraso de um ano devido a um intercâmbio na Nova Zelândia, me fez pertencer a Turma de 2013 (F17, para poucos estudiosos rsrs) orgulhosamente conhecido como Ano Vovô, ou meus irmãos e irmãs de vida de outras casas

E foram esses meninos e meninas de 2013, que nesse final de semana, se reencontraram agora como homens e mulheres incríveis, filhos de Luiz e Ermelinda

Dos mais diversos cursos (inclusive sendo os primeiros da turma de administração), cada um com sua jornada pessoal e com um objetivo em mente: Cumprir missão vitoriosa
 

O Ano Vovô - O primeiro de muitos quinquênios

Não importava o tempo nem os 2 anos de intensa pandemia, a amizade se manteve sólida, as conversas continuaram verdadeiras e o amor um pelo outro permaneceu vivo

Celebramos, nos emocionamos, e vivemos intensamente naquele gramado da Atlética, o espírito do lugar, junto aos nossos doutores, bixos e colegas

Não deixando de retribuir nossa Piracicaba, o Ano Vovô também realizou doações para duas instituições beneficentes, o Lar Betel que acolhe pessoas idosas (em referência ao nome do nosso ano) e ao Lar Franciscano, que atendem crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social

Além disso, uma terceira doação de última hora surgiu durante o quinquênio ajudando o projeto Arboreto no reflorestamento do campus (sem contar a pentelhagem aos anos mais velhos para também contribuir)

 

Valeu a pena?

E disso tudo, o que fica é o retrato dos anos vividos e a vontade de construir novas memorias dos muitos quinquênios que virão...

Nesse final de semana lembrei da sabedoria daquele senhor da matrícula

Tive uma última conversa com o Dr. Kixu, dessa vez anrtes do plantio da nossa árvore de recém-formados, onde fui o orador, assim como ele a muitos anos atrás na F-65, a famosa Turma de Ouro...

Contei esse causo da matrícula e pude agradece-lo, isso sem contar os inúmeros conselhos para o discurso

Sei que ontem ele também estava presente naquela atlética, junto a muitos esalqueanos que nos acompanham lá de cima ao lado de Luiz de Queiroz, nos protegendo, tomando uma cerveja gelada e cobrando São Pedro pra descer chuva em nossos campos...

O legado continua

A Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, ao Ano Vovô e a República Pau-a-Pique a minha eterna gratidão

PS: Coitada, Dogão, Du-Forno, Timão, K-rré, Longa-Vida, Pepino-o-Breve, Egito, Krreriña e Jair (Kostu) parabéns pela belíssima organização das festividades do Vovô, todo carinho e capricho fez deixar ainda mais especial esses dias 

CPI - Matheus Calheiros

Ano Vovô T-2013/F-2017

República Pau-a-Pique



 

PUBLIQUE NO BLOG!
PUBLICIDADE
APOIADORES