Blog Esalqueanos

O Diabo e a Floresta (Saúva; F80)

01/06/2021 - Por teofilo marien almeida
Atenção: Os textos e artigos reproduzidos nesta seção são de responsabilidade dos autores. O conteúdo publicado não reflete, necessariamente, a opinião da ADEALQ.

49 views 0 Gostei 0 Não gostei

Diabo (do latim diabolus, "caluniador", ou "acusador") é o título mais comum atribuído à entidade sobrenatural maligna da tradição cristã. É tratado como a representação do mal, em sua forma original de um anjo querubim, responsável pela guarda celestial, que foi expulso dos Céus por ter criado uma rebelião de anjos contra Deus com o intuito de tomar-lhe o trono.  No Antigo Testamento o conceito do mal não existe de forma personificada e autônoma em relação a Deus.

Na atividade florestal capitaneada por espécies exóticas, espécies como o Eucalipto tem sido tratadas como a expressão do mal, face aos grandes malefícios a ele atribuído como o ressecamento do solo, redução da fauna e flora, desertificação, etc. Visão distorcida que propaga prejuízos do eucalipto, em um ponto de vista mais emocional do que científico. Entendo que a floresta ou o reflorestamento é um lugar divino, lar, segundo os cultos Afros do deus Oxossi ,  Para os cristãos Deus é o autor de todas as coisas, sejam elas compreendidas como boas ou más pelo ser humano. Não podemos nos esquecer no entanto, que as espécies exóticas são as responsáveis pelo nosso desenvolvimento  e através dessa base florestal sustentamos não  um mas diversos parques de industrias como as de  celulose e papel, chapas de partículas; móveis; serrados, e principalmente, nossos reflorestamentos diminuíram  a pressão sobre as matas nativas, garantindo a sua sobrevivência. 

PUBLIQUE NO BLOG!
PUBLICIDADE
APOIADORES