Blog Esalqueanos

Nos ergueremos (Alma F97)

21/03/2016 - Por fernando de mesquita sampaio
Atenção: Os textos e artigos reproduzidos nesta seção são de responsabilidade dos autores. O conteúdo publicado não reflete, necessariamente, a opinião da ADEALQ.

2742 views 0 Gostei 0 Não gostei
Temos um país levado ao abismo econômico, político e moral por um governo despótico e incompetente.
Testemunhamos um país falsamente dividido entre homens livres, cujo único desejo é de que justiça seja feita, e que nossas instituições funcionem, e uma militância adestrada, iludida por uma utopia embalada pelos intelectuais de miolo mole criados no gramscianismo rasteiro da Universidade brasileira e arrebanhada pelos seus capitães do mato às custas de terror psicológico e propina.
Dizem defender o Estado de Direito, contra a arbitrariedade dos que divulgaram os áudios que desmascaram a farsa quando na verdade é o conteúdo dos áudios a verdadeira ofensa ao Estado de Direito.
Onde estava o discurso em prol do Estado de Direito quando o partido foi pego em flagrante comprando apoio parlamentar com dinheiro desviado? Quando o partido foi protagonizou o maior assalto ao Estado da história do país?
Onde estava o discurso contra a "violência" quando o MST e seus afins cometem seus esbulhos? Quando defendem ainda que indiretamente o narcotráfico? Quando dentistas são queimados vivos por criminosos? Quando o governo apoia e financia ditaduras com notório histórico de abusos?
A esquerda é em si uma contradição imoral, desonesta e ridícula. Os militantes do partido são a grotesca encarnação dessa desonestidade.
O discurso de hoje de que o Estado de Direito está sendo atacado é uma pantomina forjada, um estelionato digno dos marqueteiros pagos com caixa 2 que os servem, com o único propósito de frear as investigações em torno de seus líderes e aliados.
Por trás dessa farsa jaz a inconfessável verdade, impregnada em seu DNA, de que os crimes de esquerda são todos perdoáveis pois justificados pela utopia igualitária que os guia.
Nós brasileiros nos erguemos contra essa verdade. Pela crença de que nenhum homem, ex-presidente ou presidente está acima da Lei. Que um governo democrático deve servir ao povo, e não o contrário. E que somos livres para decidir nosso futuro, e não delegamos essa liberdade à essa seita de pretensos iluminados que consideram ter o dever de decidir por nós.
Nos erguemos e nos ergueremos até sermos ouvidos.

Fernando Sampaio (Alma F97), é Engenheiro Agrônomo e Diretor Executivo da Abiec, Ex Morador da República Lesma Lerda
PUBLIQUE NO BLOG!
PUBLICIDADE
APOIADORES