Blog Esalqueanos

Moção de Aplausos da Camara de Vereadores de Piracicaba (Roque)

25/01/2016 - Por antonio roque dechen
Atenção: Os textos e artigos reproduzidos nesta seção são de responsabilidade dos autores. O conteúdo publicado não reflete, necessariamente, a opinião da ADEALQ.

9020 views 0 Gostei 0 Não gostei

prednisolon kur

prednisolon 5 mg

MOÇÃO DE APLAUSOS DA CÂMARA DE VEREADORES DE PIRACICABA

AOS ESALQUEANOS RELACIONADOS ENTE AS 100 PERSONALIDADES MAIS INFLUENTES DO AGRONEGÓCIO, PELA REVISTA DINHEIRO RURAL, DA EDITORA TRÊS, EDIÇÃO DE OUTUBRO DE 2015. HOMENAGEM EXTENSIVA À ESALQ, À UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO E À EDITORIA DA REVISTA DINHEIRO RURAL.

Local: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz - (Sala Centenário)

Antonio Roque Dechen. Discurso em nome dos Homenageados.

Cumprimentos:

Prof. Dr. Luiz Gustavo Nussio, Diretor da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz e também representando o Dr. Marco Antonio Zago, Magnífico Reitor da Universidade de São Paulo.

Dr. Arnaldo Jardim, Secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

Prof. Dr. Durval Dourado Neto, Vice-Diretor da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz.

Dr. João Chaddad, Vice-Prefeito Municipal de Piracicaba.

Pedro Cruz, Vereador da Câmara Municipal de Piracicaba e  proponente desta homenagem.

Gilmar Rota, Vereador da Câmara Municipal de Piracicaba.

Dr. José Rodrigues Pinheiro Dória, Secretário Nacional de Irrigação, Ministério da Integração Nacional.

Luiz Fernando Sá, Diretor da Revista Dinheiro Rural, da Editora Três.

Honrado em representar os Esalqueanos Homenageados, inicialmente, registro os agradecimentos ao vereador Pedro Cruz pela propositura desta homenagem e aos vereadores da Câmara Municipal de Piracicaba, pela acolhida.

Não posso deixar de agradecer, em nome dos 14 Esalqueanos agraciados, ao senhor LUIZ FERNANDO SÁ, diretor da Revista Dinheiro Rural, por tão honrosa distinção e reconhecimento, neste tão importante cenário do Agronegócio Brasileiro.

A revista Dinheiro Rural da Editora Três tem divulgado anualmente as 100 personalidades mais influentes do agronegócio brasileiro, resultado de um levantamento minucioso e detalhado em 12 segmentos representativos do Agronegócio, das 12 áreas definidas pela Revista Dinheiro Rural,  14 esalqueanos foram relacionados em 9 áreas, a saber:

1.    Agricultura:

Júlio César de Toledo Piza Neto (ESALQ-1994)

2.    Proteína Animal:

Pedro Ribeiro Merola (ESALQ-2001)

3.    Cooperativas:

Carlos Alberto Paulino da Costa (ESALQ-1960)

4.    Universidade e Pesquisa.

4.1.        Roberto Rodrigues (ESALQ-1965)

4.2.        Fernando Penteado Cardoso (ESALQ-1936)

4.3.        Tsai Siu Mui (ESALQ-1971)

4.4.        Antonio Roque Dechen (ESALQ-1973)

5.    Iniciativa Sustentável

5.1.        Fernando de Mesquita Sampaio (ESALQ-1997)

6.    Insumos:

6.1.        Rodrigo Peixoto dos Santos (ESALQ-1995

7.    Finanças:

7.1.        Alexandre Enrico Silva Figliorino (ESALQ-1980)

 

8.    Entidades do Agronegócio

8.1.        José Francisco Graziano da Silva (ESALQ-1980)

8.2.        Luiz Carlos Correa Carvalho (ESALQ-1973)

 

9.    Consultoria

9.1.        Sérgio De Zen (ESALQ-1991)

9.2.        Maurício Palma Nogueira (ESALQ-1997)

Cabe-me a honra de uma mensagem em referência aos homenageados.

Seria difícil destacar as contribuições de cada homenageado nas suas respectivas áreas de atuação.  Vou portanto, fazer uma correlação dos objetivos desta escola e o idealismo de seu patrono, Luiz Vicente de Souza Queiroz.

Hoje Piracicaba é uma cidade de destaque no cenário nacional e com grande inserção no cenário internacional.  Mas como seria Piracicaba nos anos 1890?

A história de Luiz de Queiroz é uma história de vida curta, porém com visão e realizações que perduram e refletem de forma extremamente positiva no momento econômico brasileiro, com o sucesso do agronegócio.

Luiz Vicente de Souza Queiroz nasceu em São Paulo, em 12 de junho de 1849.

Aos 8 anos de idade em 1857 foi enviado a Europa, acompanhado do irmão. Na França cursou a Escola de Agricultura e Veterinária de Grignon e, posteriormente a de Zurich, na Suíça.

Luiz de Queiroz foi um empreendedor nato.  Graças a ele, em Piracicaba a iluminação elétrica foi introduzida antes da de São Paulo e do Rio de Janeiro. Seu nome também foi vinculado às primeiras experiências com telefonia. Sua linha particular funcionou 75 anos antes que Piracicaba contasse com uma empresa telefônica.  Implantou a Fábrica de tecidos Santa Francisca (depois Boyes), movida pela energia hidráulica.

Desde que retornou da Europa, Luiz de Queiroz apresentava uma concepção de progresso baseada na modernização da agricultura 

A Escola Agrícola foi seu grande sonho, desafio e legado.

Sua fábrica de tecidos precisava de algodão, As pragas nas plantações de algodão aumentavam, dificultando o cultivo. Em 1888 Luiz de Queiroz deu início aos planos para a construção de uma Escola Agrícola. Visitou na Europa e nos Estados Unidos diversas fazendas e escolas agrícolas.

Em 1889 adquiriu a Fazenda São João da Montanha com 319 ha e distante 3 km da cidade.  Em 1891, em Londres, encomendou a planta do edifício que abrigaria a sede da escola. Contratou nos Estados Unidos o Professor de Agricultura que supervisionaria a construção do edifício e gerenciaria a fazenda, além da seleção de professores.

Impossibilitado de dar continuidade ao projeto em função dos altos cultos que demandava, negociou subvenções com o Governo do Estado de São Paulo, mas não obteve sucesso. Em 1892 doou a Fazenda São João da Montanha ao poder público Estadual com a condição de que as obras fossem finalizadas no prazo máximo de 10 anos.

Faleceu em São Paulo em 11 de junho de 1898, na véspera de completar 49 anos.  FOI ENTERRADO NO DIA DE SEU ANIVERSÁRIO.   Não viu, portanto, o seu sonho realizado, a inauguração desta Escola, que ocorreu em 3 de junho de 1901.

Os restos mortais de Luiz de Queiroz e de sua esposa Ermelinda Otoni de Souza Queiroz foram transladados de São Paulo para Piracicaba, em 12 de junho de 1964 e encontram-se em frente a este prédio. Na época a intenção era de se construir um  monumento para abrigar os restos mortais de Luiz de Queiroz e esposa, em vez de um monumento foi colocada uma lápide bruta em granito rosa, na frente da lápide as placas com os nomes de Luiz de Queiroz e de Dona Ermelinda.  Do lado oposto à placa está a inscrição, quem a LÊ está de frente para o prédio central : LUIZ VICENTE DE SOUZA QUEIROZ, O TEU MONUMENTO É A TUA ESCOLA.

Em 1976, por ocasião da comemoração dos 75 anos da ESALQ, a solenidade que ocorreu em frente ao prédio, chamava a atenção na composição da mesa, uma cadeira que foi propositalmente deixada vazia, pois simbolizaria Luiz de Queiroz assistindo aquela solenidade.

O orador convidado como ex-aluno Wilson Brandão Toffano, emocionado, antes de ler seu discurso, intitulado: LUIZ DE QUEIROZ, SEMENTE DE UM IDEAL.

Fez a seguinte manifestação: Primeiro, antes de fazer menção as autoridades que revestem as criaturas humanas, eu me dirijo ao Pai Absoluto, querendo pedir a Ele Inspiração para, em agradecendo o momento que vivemos, falar sobre o dono daquela cadeira que, bem a nossa frente, esta vazia, simbolizando no espaço o vulto grandioso de Luiz Vicente de Souza Queiroz. Que em verdade não caberia hoje em uma cadeira, pois está presente em cada pedaço de chão, em cada balanço de ramo, em cada aceno de palma, em cada canto de sala, onde haja uma partícula dessa Escola de Agronomia.

As partículas dessa Escola Espalhadas pelo Brasil e pelo mundo são os seus ex-alunos.

A ESALQ, em seus 114 anos, já espalhou 14.361 sementes, dessas14 mereceram o destaque e reconhecimento da Revista Dinheiro Rural no ano de 2015, como personalidades influentes do agronegócio brasileiro, e são hoje homenageadas pela câmara de vereadores de Piracicaba.

Por ocasião da comemoração do centenário da ESALQ em 3 de junho de 2001, o então Governador de Estado de São Paulo Geraldo Alckmin, encerrou o seu discurso com a seguinte frase: A ESALQ É A MELHOR SEMENTE PLANTADA NA TERRA PAULISTA.

DAQUI A POUCO NA Sessão Solene de formatura, A ESALQ ESTARÁ LANÇANDO MAIS 264 SEMENTES, QUE ESPERAMOS QUE GERMINEM, CRESÇAM E CONTRIBUAM  PARA O CRECIMENTO E DESENVOLVIMETO DA AGRICULTURA BRASILEIRA.  Parabéns Esalqueanos homenageados, que os ideais de Luiz de Queiroz sejam perpetuados pelo trabalho de todos nós.

Muito obrigado.

Antonio Roque Dechen

PUBLIQUE NO BLOG!
PUBLICIDADE
APOIADORES