Blog Esalqueanos

Mais um Churrasco (Trote; F00)

15/10/2018 - Por fabiana traldi
1556 views 23 Gostei 0 Não gostei

E lá se foi mais um churrasco da ADEALQ... 

Quem me conhece sabe que a data deste evento é “sagrada“ pra mim… O dia que temos a chance de “rebobinar a fita” (a bixada mais jovem nem vai entender esta) e reviver um dia do passado. Quantas coisas gostaríamos de experimentar novamente... Um dia de nossa infância... O colo de nossos avós... Infelizmente é impossível reviver muitas delas. Mas a ADEALQ nos proporciona esta volta no tempo com um churrasco onde muitos daqueles amigos queridos e tantos outros colegas de diversos anos estão presentes. É uma experiência quase surreal. “Ressurgem“ centenas de pessoas com quem convivemos intensamente por alguns anos na ESALQ (aulas, RUCAS), repúblicas, nas festas, cervejadas, reuniões (GELQ, CI, estágio, CF, CALQ, Atlética,...) e que de repente deixaram de fazer parte do nosso dia a dia. Eles estão ali e parece tão natural tê-los novamente por perto... Como é que se passaram tantos anos???

PHOTO-2018-10-15-07-39-45.jpg

Como abrir mão da oportunidade que esta GLORIOSA associação nos dá? Poder conversar por pelo menos alguns minutos com aquele amigo que não víamos ha 5, 10, 20 anos... Parece que foi ontem que dissemos “boa sorte“ durante sua festa de formatura... e desde então nunca mais nos vimos. Como perder a chance de ver nossos “doutores“ comemorando 50, 60... 82 anos de formados, como o Sr. Fernando Penteado Cardoso. Ele não abre mão de estar lá, mesmo sendo o único de sua turma. Que lição! Falar com bixos, conhecer doutores que tiveram uma experiência diferente da nossa na ESALQ, em outros tempos... Ouvir novas histórias. Saber que aquele amigo que morava do outro lado do planeta até o ano passado, agora é seu vizinho ou trabalha na mesma área. Felizmente muitos de nós ainda tem alguns destes amigos de faculdade bastante próximos. Aqueles com os quais continuamos construindo a nossa história. Mas com a maioria destes colegas, por diferentes motivos (muitas vezes, a distância), a história parou lá trás. Neste dia podemos criar juntos mais uma ótima lembrança e sabemos que com a ADEALQ, sempre teremos esta oportunidade. Nos resta apenas aproveitá-la.

As pessoas são as mesmas, a essência não muda. Só temos mais experiência (apesar de muitos insistirem nos mesmos erros – vide os excessos de tequila de alguns na sexta-feira passada)... Agora além de relembrar velhas histórias, falamos sobre os lugares onde já moramos, nossa área de trabalho, quantos filhos (se esta foi a opção), cachorros e gatos... damos apoio piscicológico aqueles com bebes recém nascidos e ouvimos algumas queixas e alertas daqueles com filhos adolescentes... Alguns anos atrás a conversa era outra: checávamos a agenda da semana (onde seriam as cervejadas), em quais repúblicas haveria concentração para a passeata. Se já haviam comprado convite da festa dos Anos 60. Qual seria o traje para a Fantesão... Onde comprar unhas postiças ou suspensórios para o Cabaré Senzala. Se ficaríamos em Piracicaba na sexta-feira para a Xapando no Havaí (previsão de chuva?) ou para a Última Barca. Ressaca Pinel na quinta? Será que vai estar frio no Arraial da Pik-Bao-Preto? Quais foram os últimos eliminados do CPZ e do GEA... Por sinal, os dois estágios com melhores “resultados fitness”... “Quem ia com quem” nos coraçõezinhos dos anúncios das festas. Croco ou Dandy na próxima quinta? Os reboques da Carnapique... Se a CI ou CF havia comprado chopp suficiente para o churrasco, esperávamos que não acabasse as 4.30 hs da tarde como no ano anterior... Fazer as devidas encomendas de assinaturas para certas aulas e ajustar os grupos de trabalhos (garantindo pelo menos um participante mais esforçado). Quem ia madrugar no dia seguinte para a expedição de gênese... Se havia passado de cálculo, química, de fundamentos ou de hidráulica... Quem era o seu professor de topografia e as probabilidades de sucesso. E a coleta de vestimentas do sexo oposto para a festa do contrário da Jacaré? Quais bixos seriam efetivados (e a data da celebração)... Ou NÃO... O preço das cigarras e louva-deuses a partir de outubro... “Que seedling é esse“? Já costurou o herbário? Quem roubou a caixa de mineralogia? Como é que você vai explicar este canteiro vazio?? O caderno está bem completo, mas e a letra é um hieroglifo. Alguém consegue traduzir? Você tem xerox daquela prova de “Desenvolvimento Econômico”? Entendeu a aula do Pedro Marques sobre mercado futuro? Aquele professor disse que daqui alguns anos ninguém mais irá ao banco, tudo será feito pela internet. Viajou!! Preciso de meia-hora só pra abrir meu email no CIAGRI (ou uns 25 min no CEPEA).

É a chance que temos a cada ano de rever quem fez parte de uma época importante e muito gostosa de nossas vidas. De perceber que aquela pessoa que parecia antipática, na verdade é muito bacana (se for mala mesmo, pelo menos agora você está longe). De superar alguma mágoa, hoje sabemos que não vale a pena. De matar saudade dos amigos e até de nós mesmos. Quantas histórias que vivemos são relembradas nestas conversas? Temos a chance de dizer: voce é um amigo que me faz falta. Retomar o convívio com quem for possível ou esperar revê-lo pelo menos esta “uma vez ao ano”. E quando se esgota a última gota de chopp fica uma sensação estranha. Terminou? Parece um pouco a história da Cinderela, quando bate a meia-noite... Aquele encanto tem hora pra acabar. Mas sabemos que no ano que vem poderemos viver isto novamente (só demora um pouquinho).

Parabéns ADEALQ pelo brilhante evento. Ao RG (incansável nesta missão), à ótima direção e todos os voluntários: obrigada a vocês por este grande presente. 

Por toda a dedicação de vocês... A festa foi incrível. 

Apóio 100 % a campanha do RG Andre Dias

ESALQUEANOS compareçam ao churrasco da ADEALQ todos os anos.

Trote
F2000 - Ano Luluzinha

PUBLICIDADE
APOIADORES