Blog Esalqueanos

Formatura sem diploma

05/12/2016 - Por priscilla biancarelli nunes
Atenção: Os textos e artigos reproduzidos nesta seção são de responsabilidade dos autores. O conteúdo publicado não reflete, necessariamente, a opinião da ADEALQ.

3231 views 0 Gostei 0 Não gostei

prednisolon bivirkninger hud

prednisolon 5 mg

Desde que eu decidi pela minha carreira empreendedora, eu sabia que a jornada não seria fácil.

Assim como todo novo projeto, eu comecei estudando... E estudei hein... No total, foram 9 cursos, todos realizados à distância - o que totalizou, apenas em 2016, mais de 500 horas de estudo.

No final de novembro de 2016 tive a oportunidade de participar do evento ao vivo de um desses cursos, o Fórmula de Lançamento.

Foi um evento para mais de 4 mil pessoas e uma energia incrível!

Todos os meus mentores digitais estavam lá! Alguns palestrando, outros apenas como participantes.

O fato é que eu signifiquei esses dias na minha memória como se fosse a minha formatura de 2016. Foi um fechamento, com chave de ouro, de todos os cursos on line que eu realizei.

Mais que isso, foi pra mim o fechamento de um ano de muitas decisões transformadoras.

Só que, diferente das demais formaturas que eu já participei na vida, essa eu sai sem meu diploma...

Porque nas anteriores, bastava eu frequentar as aulas (nem precisava ser boa aluna, algo que eu sempre me esforcei para ser) e o diploma caia em minhas mãos.

Na formatura de 2016, pra eu subir no palco e pegar meu diploma, que na verdade era um troféu, eu precisava ter tido resultado aplicado. E eu não tive.

Aí está a diferença entre o saber e o fazer... Nosso modelo de educação tradicional nos ensina muito sobre o saber, mas nos estimula pouco o fazer.

Na vida real e, principalmente, na vida do empreendedor, a lógica é um pouco diferente.

Mas mais do que a ausência do diploma, sabe o que mais me chamou atenção nesse evento??

O fato de ele ser um evento profissional, ou seja, eu fui para aprender técnicas e ferramentas de marketing digital. Isso teve também, mas não foi o principal.

Durante os 3 dias de imersão, o que mais se trabalhou no evento foi o lado pessoal. Ferramentas de auto-conhecimento, coaching e meditação. Diversas palestras voltadas a motivação pessoal.

E daí meu amigo, não tem como entrar nessa e não sair transformado... Não tem como não repensar a vida, a jornada, as companhias, a família. Sequer tem como não chorar.

Não tem como negligenciar o fato de que todas as empresas são feitas de pessoas e, se você trabalhar as pessoas automaticamente você está trabalhando as empresas.

O sentimento de frustração foi substituído pela esperança e pela vontade de fazer mais e melhor! Pelo conforto de ter muitas pessoas na mesma situação que você, querendo fazer a diferença mas ainda patinando para dar os primeiros passos na direção certa.

E sabe a parte boa disso tudo?!

Em 2017 a formatura acontece de novo! E então eu terei minha chance de subir no palco e pegar meu diploma!

Só que será muito trabalho até lá!! Mas quando a gente faz o que gosta, o trabalho se mistura com diversão...

E assim a vida continua, como um eterno começo...

PUBLIQUE NO BLOG!
PUBLICIDADE
APOIADORES