Blog Esalqueanos

Duas palavras em inglês para todo agronômo ter em mente (Jeep; F84)

27/08/2023 - Por alberto nagib vasconcellos miguel
Atenção: Os textos e artigos reproduzidos nesta seção são de responsabilidade dos autores. O conteúdo publicado não reflete, necessariamente, a opinião da ADEALQ.

860 views 65 Gostei 10 Não gostei

Anos e anos de vida aqui no Canadá, décadas de profissão como Engenheiro Agrônomo, um Mestrado, muitos anos de aplicação de conceitos de Gerenciamento Holístico em milhares de hectares em propriedades espalhadas de Norte ao Sul do Brasil, centenas de palestras. E a conclusão que cheguei é de que se nós, trabalhadores da terra, tivermos em mente duas palavrinhas em inglês, cometeremos menos erros e nos tornaremos mais efetivos financeiramente, socialmente e ambientalmente. 

Está certo que continuaremos aplicando as técnicas aprendidas ao longo de nossas carreiras, continuaremos nos utilizando de tecnologias, desde as mais simples (uma enxada?) até às mais complexas e caras que existem, continuaremos aplicando capital e trabalho no nosso dia a dia, usando nossa criatividade e aplicando todas as ferramentas existentes no arsenal de ferramentas humanas, tão bem descritas no Modelo de Gerenciamento Holístico.

Sem mais delongas, vamos a elas. Exponho-as em inglês, com a devida tradução à frente e uma pequena explanação do porque jamais esquecê-las:

K = Keep (Mantenha)

 I =  It (a coisa)

S =  Simple (simples)

S =  Stupid ( estúpido)

O que queremos com essa expressão é passar a todos que trabalham com o meio ambiente (ym ecossistema, seja ele totalmente artificializado ou natural) que atentem para o fato de que se as situações pelas quais está passando ou se as soluções que estão surgindo para um determinado problema estão se tornando muito complexas, tem algo errado acontecendo. USE KISS !!

Pare e pense: será que estou de fato corrigindo a raiz do problema ou estou corrigindo uma consequência de um problema que ainda não enxerguei direito? Acostume-se a se perguntar o porquê da ocorrência daquele problema em primeiro lugar. Se a resposta for satisfatória no sentido de apontar a verdadeira causa, ótimo. Se não, pergunte-se o porquê quantas vezes forem necessárias até que encontre de fato a raiz do problema. Se não souber a resposta, trate de se aprofundar no problema, porque na verdade você ainda não sabe o que está tentando corrigir!!

Soluções apropriadas, em se tratando de meio ambientes, são frequentemente simples, baratas e com resultados rápidos em direção ao seu Contexto. O que significa, também, que sem um Contexto para amparar a sua tomada de decisão, você não sabe onde quer chegar e, consequentemente, não poderá aplicar KISS.

S = Soil (Solo)

H = Health (Saúde)

I  = Improvement (Melhoria)

T = Tool  (Ferramenta)

Ou seja, SHIT é uma Ferramenta para a Melhoria da Saúde do Solo. Pouco importa se estamos lidando com um ambiente friável ou não friável, essa maravilha da natureza é por vezes o :"start up" de processos biológicos que têm repercussão em curto, médio e longo prazos.

Ela pode conter sementes, materiais digeridos, bactérias, fungos, servir de alimento à micro, meso e macro fauna e flora e tem características físico químicas imbatíveis quando por si só ou associada a outros materiais existentes no meio ambiente. Exemplo, como diminuir a relação carbono: nitrogênio em pastagens de gramíneas? Você acertou, está lá a famosa "torta" para produzir o efeito desejado e acelerar o processo de decomposição daquela massa vegetal seca.

Mantenha KISS e SHIT em mente e colha melhores resultados do seu trabalho.

 

 

PUBLIQUE NO BLOG!