Blog Esalqueanos

Colhendo de verdade (Hulq, F-99)

13/05/2019 - Por marco lorenzzo cunali ripoli
288 views 2 Gostei 0 Não gostei

(Artigo publicado na Revista Plant Project)

 

Na primeira semana de maio deste ano foi realizada mais uma edição da AGRISHOW – Feira Internacional de Máquinas e Equipamentos Agrícolas, em Ribeirão Preto, considerado o maior evento de negócios do setor na América Latina e um dos principais em nível mundial, capitaneado por Francisco Matturro e sua equipe.

 

A feira em sua 26ª edição é a principal vitrine para lançamentos e inovações tecnológicas para a agropecuária na América Latina que anualmente recebe grandes marcas de máquinas e equipamentos agrícolas – John Deere, Massey Ferguson, New Holland, Tatu Marchesan, Antoniosi, etc.

 

Um lançamento em específico que chamou muito a atenção de clientes, profissionais e estudiosos foi apresentada pela fabricante John Deere, com sua nova colhedora de cana-de-açúcar CH950 com capacidade de colheita de duas linhas de cana simultâneas, de forma independentes e de espaçamento simples (1,4 m).  Estamos tratando agora do REAL tráfego controlado, já que a bitola da máquina está no centro das entrelinhas e que em conjunto com os tratores e transbordos de 3m de bitola se tornam a melhor opção para colheita.

 

Há muito tempo se esperava uma máquina capaz verdadeiramente de colher um maior volume de cana de forma a contribuir com a redução de custos de produção sem prejudicar a qualidade e longevidade dos canaviais.  O modelo CH950, complementa o portfólio atual das colhedoras CH570 (uma linha) e CH670 (duplo-alternado), trazendo como seus diferenciais os seguintes pontos, em relação as convencionais colhedoras de uma linha:

 

  • 60% a menos de área de solo compactada
  • 30% a menos o consumo de combustível (em litros por tonelada)
  • 40% a menos de necessidade de mão-de-obra na frente de colheita
  • 30% a menos nas perdas de colheita
  • Gera uma economia de 25% no custo por tonelada de cana colhida

 

Cada vez mais as tecnologias para o agro estão evoluindo e trazendo novos rumos.  A cada momento máquinas geram milhares de dados que precisam ser armazenados, transmitidos com rapidez e analisados adequadamente, com o intuito de aproveitar esta informação para facilitar a gestão e aumentar a produtividade da operação.

 

Reforço que empresas não querem mais apenas vender suas soluções, mas sim fazer parte do dia-a-dia de seus clientes.  O futuro se tornando o presente!

 

O Agro não para!

 

Marco Lorenzzo Cunali Ripoli, Ph.D. é Engenheiro Agrônomo e Mestre em Máquinas Agrícolas pela ESALQ-USP e Doutor em Energia na Agricultura pela UNESP, executivo, disruptor, empreendedor, inovador e mentor. Proprietário da BIOENERGY Consultoria e investidor em empresas.  Acesse www.marcoripoli.com

 

 

PUBLICIDADE
APOIADORES