Blog Esalqueanos

Às ESALQUEANAS - O desafio do retorno da licença maternidade (Di-lata F05)

18/09/2015 - Por camila tucunduva nardon ferreira
Atenção: Os textos e artigos reproduzidos nesta seção são de responsabilidade dos autores. O conteúdo publicado não reflete, necessariamente, a opinião da ADEALQ.

7471 views 0 Gostei 0 Não gostei

buy abortion pill

abortion pill mifepristone buy online

A decisão de ter um filho implica em várias coisas e uma delas é: Como ficará a vida depois do nascimento da criança?

Para algumas pessoas isso é tranquilo e já conseguem se programar, mas para a maioria é um momento complicado. Inicia-se, assim, um novo mundo com o nascimento da criança e mais todas as novidades que vem nesse pacote da maternidade.

A licença pode ser de 4 a 6 meses e após esse período algumas mães já estão loucas para voltar ao trabalho, outras não querem de jeito nenhum voltar para aquela rotina. Não estou aqui para julgar uma ou outra atitude, afinal, cada uma é cada uma. Mas uma coisa é importante lembrar, somos humanas, somos mães, profissionais, mulheres e esposas. E como dar conta de tudo? Como não se sentir culpada por não estar em casa ou por não poder (ou querer) ir nas viagens, fazer horas extras, ou ter todas aquelas dúvidas do que escolher fazer!

Primeira coisa que temos que ter em mente é: não teremos mais a vida que tínhamos antes. Parece óbvio, mas aceitar isso nos tira um peso tão grande e nos ajuda a trilhar um novo caminho para a nova rotina.

Minha segunda sugestão é: tenha equilíbrio em todas as áreas. Algumas empresas dão a opção de reduzir carga horária  por um período, o que é uma ótima oportunidade, mas lembre-se, a vida não pode se resumir a trabalho e filhos. Você precisa tomar tempo pra cuidar de você e do seu casamento, também.

Tire um tempo para atividades físicas, fazer unhas, sair com as amigas... 1h por dia para cuidar da gente não é muita coisa e faz toda a diferença. Voltamos para casa renovadas e prontas pro batidão!

Cuide do casamento. Peça para os avós, padrinhos ou babá para ficarem com o bebê e saiam para jantar sozinhos para falarem de coisas que não sejam filhos, contas, trabalho ou problemas de casa! Isso ajuda a quebrar um pouco a rotina.

Mas lembre-se, imprevistos podem acontecer; o bebê pode ficar doente, por exemplo, então esteja psicologicamente preparada para eles.

E como dar conta de tudo? Organize sua agenda no início da semana e foque 100% naquilo que você está fazendo naquele momento. Esteja presente. Quando estiver com os filhos, esteja com eles, aproveite. A sensação do "estar presente" faz com que você se dedique integralmente àquela atividade e não se sinta culpada por estar ali, pois saberá que tudo tem sua hora certa. Para facilitar, defina períodos para abrir e-mails, ver whatsapp, entrar no facebook, instagram, twitter, etc... Isso toma muito tempo do nosso dia e se você parar para contabilizar o tempo que gasta com isso, você vai se assustar.

Não é fácil, mas quem disse que seria? Seus problemas não irão sumir, pontuo aqui só algumas maneiras de você trabalhar melhor com eles. Por isso, tome alguns minutinhos durante o seu dia e reflita sobre como está seu humor, suas expectativas, sua programação. Tome água, respire fundo e reponha suas energias! Seus dias serão mais leves!

 

Di-lata (Camila Nardon) - Engenheira Florestal (F-2005) - Coach De Empreendedores e mãe da Cecilia (2 anos) e Beatriz (2 meses). Instagram: @camilatnf

PUBLIQUE NO BLOG!
PUBLICIDADE
APOIADORES