Blog Esalqueanos

A privatização dos Correios, empregos e o futuro de Goiás

12/12/2020 - Por jose roberto do amaral assy
Atenção: Os textos e artigos reproduzidos nesta seção são de responsabilidade dos autores. O conteúdo publicado não reflete, necessariamente, a opinião da ADEALQ.

169 views 1 Gostei 0 Não gostei

  Jeff Bezos, fundador da Amazon, presumiu que o consumidor busca basicamente, preços baixos, entregas rápidas e conveniência. Sam Walton, fundador do Wall Mart, revelou que “vamos reduzir o custo de vida pra todo mundo e ensinaremos o que é economizar”. E ele provou isso investindo em tecnologia e logística.

Considerando o sucesso dessas corporações, posso concluir que preços acessíveis são frutos da ousadia e competição. A Whole Foods, rede americana especializada em alimentos orgânicos, reduziu seus preços automatizando a cadeia de fornecimento e a gestão do estoque. Logística que integrou sustentabilidade eviabilidade econômica.

O Mercado Livre, empresa argentina que tem sua principal operação no Brasil, já investiu desde 2017, mais de R$8 bilhões em logística. As oportunidades são tantas, que criaram a Mercado Envios para atuar independente.

Enquanto isso, as estradas em Goiás seguemintransitáveis e a taxa de desemprego da população ativa em 12,5% de acordo com o IBGE. E você já parou para pensar por que tanto desemprego, se contamos comprogramas como FCO, Produzir/Fomentar e estímulos àsmontadoras? Como de fato atrair empresas geradoras de empregos?

De alguns pontos tenho certeza. O empreendedorismo não pede privilégios. Ao contrário, promove crescimento geral da economia e por isso é inclusivo. Nele, a competição faz parte do jogo e é benéfica a todos. É o ganha-ganha tão propalado por Luiza Helena, da Magalu, com suas ousadas politicas de inclusão, vontade de competir no mercado logístico e seguir apostando nas suas lojas físicas.

O empreendedorismo clama por seu “Bolsa família”: Estado enxuto, eficiente, onde legislativo e judiciário sigam o mesmo caminho. Junte-se a isso, infraestrutura, segurança jurídica, educação fundamental e inclusiva. Este último, mais relevante do que incentivos fiscais pois é capaz de atrair empresasem busca de talentosTrabalhando há 23 anos com P&D em Goiás, ao investir num centro de pesquisa, São Paulo foi opção pela dificuldade de atrair fornecedores e uma cadeia de profissionais especializada em tecnologia.

Mas e os Correios? Seu objetivo é prestar um serviço de logística, a custos baixos, com eficiência. E não precisa ser fadado a cabide de empregos. Defendo a privatização. Só assim a empresa entrará no jogo da competição empreendedora e da redução de custos, gerando mais empregos e uma nova perspectiva de crescimento.

Jose Roberto Assy - artigo de opiniao publicado em "O Popular" de Goias

 

 

PUBLIQUE NO BLOG!
PUBLICIDADE
APOIADORES