Blog Esalqueanos

A mira do fuzil, o adubo químico e os comedores de ovos (Estampilha F68)

28/09/2015 - Por paulo antonio petraquini greco
Atenção: Os textos e artigos reproduzidos nesta seção são de responsabilidade dos autores. O conteúdo publicado não reflete, necessariamente, a opinião da ADEALQ.

7554 views 0 Gostei 0 Não gostei

A MIRA DO FUZIL, O ADUBO QUÍMICO

E OS COMEDORES DE OVOS

  

Adubar com estrume de boi ou titica de galinha

Era a recomendação técnica. E também era a prática.

Dos dois, havia muito.

Do café, pouco havia.

Mas o entusiasmo com o ouro verde aumentou

Passou-se a plantar mais café.

Com mais pressa e com mais técnica.

"Quem quiser plantar, conduzir e colher bem

Agora terá que lançar mão de adubo moderno

O adubo químico"

Assim dizia aquele estudante-agrônomo brincalhão

Que vinha de escola orgânica

Mas que pelos novos ditames da ciência

Passou a recomendar N, P, K e outros sintéticos e inorgânicos.

Não passou muito tempo e

A revolução de 1932 o chamou para lutar.

Como fizeram Miragaia, Martins, Dráuzio e Camargo

O MMDC - símbolo paulista da resistência constitucional

E ele foi enfiar-se em trincheiras

Mal feitas e vulneráveis.

De dia dava tiros e contava piadas

De noite, dormia sossegado.

Mesmo com balas de fuzil

Zunindo sobre sua cabeça.

- A gente se acostuma com tudo, dizia ele, sempre proverbial.

Numa manhã friorenta, quando era chegado o seu turno de vigília

E de dar tiros a esmo (pois que ele não queria matar ninguém)

Só queria plantar café e gozar fazendeiros.

Seu companheiro, um agricultor de hábitos conservadores,

Plantador de café - useiro e vezeiro de titicas de galinhas.

Chacoalhou o dorminhoco agricolão-atirador e lhe recomendou:

- "Ô agricolão moderno!

Vê se para de sonhar com química moderna

E manda bala nesses mineiros atrevidos"!

 

- "Pois é - disse o adubador  moderno

Acabei de ter um belo sonho

Nele, você comeu nove ovos e eu um só".

Apanhou o fuzil que quase não usava

Tentou mirar no nada

E adormeceu com um resto de sono, que sempre tinha.

Durante o sonho com ovos

Uma providencial bala mineira

Tinha arrancado a mira do fuzil.


Paulo Greco (Estampilha F68) Engenheiro Agrônomo ex Morador da Republica Mosteiro

PUBLIQUE NO BLOG!
PUBLICIDADE
APOIADORES