Blog Esalqueanos

4 maneiras simples para você sair de uma crise de ansiedade (Iskrépi; F11)

08/02/2023 - Por luciana okazaki
Atenção: Os textos e artigos reproduzidos nesta seção são de responsabilidade dos autores. O conteúdo publicado não reflete, necessariamente, a opinião da ADEALQ.

2403 views 9 Gostei 15 Não gostei

Quem já teve uma crise de ansiedade, levante a mão, por favor!

 

Se você nunca passou por esta desconfortável situação, talvez possa ser difícil de imaginar como seja e principalmente como alguém que esteja em crise se sinta. Então, vou resumir como é isso:

 

A crise de ansiedade se caracteriza por um pico da manifestação dos sintomas de ansiedade. Normalmente, pessoas que convivem com ansiedade generalizada acabam hora ou outra tendo uma crise aguda. E nessa hora, bate o desespero.

 

Os sintomas físicos mais comuns durante a crise são: coração acelerado (taquicardia), dificuldade de respirar e falta de ar, suor excessivo, tensão nos músculos, tremedeira, sensação de que vai desmaiar, calafrios, desconforto na região do peito, náuseas e sensação de que vai ter um piriri.

 

No lado emocional e mental, a sensação pode ser ainda pior: medo do descontrole, desespero por não saber o que fazer e querer sair imediatamente daquela situação, medo de morrer, entre outros.

 

Eu já perdi a conta das crises que tive na minha vida, antes de entender a verdadeira causa por trás delas. Queria te contar algo para você levar com você sempre: ansiedade é só um sintoma. A causa é mais profunda.

 

Mas vamos lá, se você chegou até esse ponto das crises, o que você pode fazer na hora do aperto?

 

1)      Procure um local calmo

 

Muitas vezes a crise chega quando você está em um local público ou em meio a uma multidão. O excesso de estímulos pode intensificar seus sintomas, portanto, procure sair de perto das pessoas e sente-se

 

2)      Respire com consciência

 

Respire contando e olhando para seus próprios dedos. Inspire pelo nariz em 4 tempos, contando de 1 a 4 com os dedos. Expire pela boca contando novamente com os dedos até 4.

 

Esse tipo de exercício de respiração vai fazer você focar no ato de respirar e te desviar momentaneamente do problema que causou a crise

 

3)      Relaxe o corpo

 

Imagine que a sua atenção é um scanner e você irá fazer um scanneamento do seu corpo. Lembra que eu comentei que durante uma crise um dos sintomas é o de tensão muscular? Então, leve sua atenção para os pés e relaxe os pés. Em seguida, suba para as pernas, procurando relaxar cada grupo muscular por vez. Vá subindo parte por parte até chegar ao topo da sua cabeça

 

4)      Se transporte para outro local com o poder da sua mente

 

Usando apenas a sua mente e a sua imaginação, vá para o lugar em que você mais gosta de estar. Se imagine neste lugar com sensações gostosas inundando seu corpo.

 

A nossa mente é a arma mais poderosa que temos. Um simples pensamento é capaz de gerar sentimentos e estes sentimentos vão criando a sua realidade. (vou escrever mais a fundo sobre isso em outra oportunidade).

 

 

Estes quatro passos são simples, mas eficazes e muitas vezes são negligenciados justamente pela simplicidade que possuem.

 

A partir do momento em que a crise passa é importante você olhar para a causa dos seus sintomas, a origem da crise. Quando o pior passa, a tendência é querermos empurrar aquela situação para baixo do tapete e nunca mais olharmos.

 

Mas lembre-se: essas dicas funcionam para apagar o incêndio, te tirar do momento mais agudo de sofrimento. Se você não explorar mais profundamente nunca irá descobrir o porquê de estar vivenciando tamanho desconforto.

 

Na maioria dos casos e pela minha experiência como terapeuta, as razões das crises, da ansiedade generalizada são muito anteriores ao momento em que a pessoa está vivendo. Vale a pena fazer algumas sessões terapêuticas para descobrir o que é.

 

Luciana Okazaki (Iskrépi; F-11) ex-moradora da República Cupido, é engenheira agrônoma vivendo seu propósito como Terapeuta Integrativa

 

Quer explorar seu mundo interno e ter uma vida com mais saúde mental e bem-estar? Veja outros insights sobre o caminho do autoconhecimento no meu Instagram @luciana.okazaki

 

 

 

PUBLIQUE NO BLOG!