Blog Esalqueanos

35 Conselhos (de uma aniversariante inspirada) para a sua vida (Iskrépi; F-11)

08/12/2021 - Por luciana okazaki
Atenção: Os textos e artigos reproduzidos nesta seção são de responsabilidade dos autores. O conteúdo publicado não reflete, necessariamente, a opinião da ADEALQ.

786 views 0 Gostei 0 Não gostei

Ontem cheguei a marca dos 35 anos. Queria escrever um baita post mas ontem estava sem inspiração. Hoje sentei e escrevi este texto, que contém 35 conselhos que eu gostaria de dar a você com base nas minhas experiências de vida.

 

É uma lista exaustiva? Claro que não. Com certeza quando chegar aos meus 100 anos (ao que a minha genética indica), eu terei mais tópicos adicionados

 

Leia com carinho mas também com muita atenção. Imagine que eu esteja sentada a sua frente e estou te contando cada um desses conselhos.

 

1)  Você vem em primeiro lugar – aprenda a lidar com o incômodo de dizer ‘não’ para os outros (se isso for um incômodo pra você). Não deixe de fazer algo somente para agradar as pessoas – mesmo que seja pai ou mãe (entrar numa carreira que não te satisfaz somente porque outra pessoa disse que é melhor, por exemplo)

2) Cuide do seu corpo físico– ele é a morada da sua alma. Mas cuidado para não se perder no culto ao corpo!

3) Faça higiene mental todos os dias. Se você limpa a sua casa, toma banho, troca de roupa, por que não cuidar também do que se passa aí na sua cabecinha?

4) Aprenda a seguir a sua intuição! Nesse mundo racional em que vivemos, muitas vezes nossa intuição é deixada de lado. E ela SEMPRE está certa!

5) Beba água! Hidrata o corpo, deixa a mente mais alerta e a pele mais bonita ??

6) Gaste menos do que você ganha. Essa lição é meio óbvia mas eu percebo que a maioria das pessoas ainda não entendeu o que ela quer dizer

7) Se conecte com a sua espiritualidade. Se você ainda não fez isso, faça isso já! Você tem uma religião? Ótimo. Mas espiritualidade e religião são coisas distintas, portanto viva isso! Eu conheço pessoas que não seguem religião alguma e que são infinitamente mais espiritualizadas do que outras que seguem

8) Cuide da sua energia. Reponha sua energia todos os dias: fazendo algo que você goste e que te dê prazer. Nem que seja por 15 minutos. Mas faça todos os dias

9) Chore e não tenha vergonha de chorar. Descarrega as nossas emoções e dá um reboot na gente

10) Normalize as emoções e os sentimentos. Nós não somos máquinas. Nós somos humanos. Podemos aprender a gerenciar as emoções, mas nunca iremos controlá-las

11) Tenha amigos e cultive-os! Amigos são importantes. Mas não se apegue, lembrando que até as amizades tem ciclos: uns mais curtos, outros mais extensos, outros para a vida toda!

12) Namore! Saia, curta um montão todas as fases da sua vida! E quando você achar alguém especial, cuide com carinho!

13) Esteja aberto, de barreiras baixas sempre! Você nunca sabe o que pode chegar até você (“Tudo na vida vem a mim com facilidade, alegria e glória”). Muitas oportunidades e coisas boas COM CERTEZA já passaram por você sem que você percebesse, porque você estava com as barreiras levantadas

14) Estude, sempre! Não deixe o seu crescimento intelectual de lado. Leia livros, faça cursos (da sua área ou simplesmente porque é do seu interesse). Quando eu era mais nova eu fiz um curso de tapeçaria em tear (!!) – Conhecimento não ocupa espaço

15) Trabalhe sua mente subconsciente. Ela é mais poderosa do que podemos imaginar! (Leia o livro O Poder do Subconsciente – eu já mudei MUITA coisa na minha vida praticando os exercícios que aprendi com ele)

16) Não resista. Aceite situações e acontecimentos. As vezes as coisas não acontecem do jeito que queremos, mas tudo acontece do jeito que tem que ser. Mas cuidado com a linha tênue entre aceitação e conformismo!

17) Entenda que tudo é transitório nessa vida. Tudo tem seus ciclos, suas fases (a lua, as estações do ano, até a mitose tem fases). Nada ‘é’, tudo ‘está’

18) Faça conexões. Em certa altura da sua vida você vai perceber o quanto é importante ter uma rede de contatos (seja pra te dar uma forcinha para arranjar um emprego, seja para te arranjar um advogado)

19) Saia do cardume. Viva a sua vida. Mas para isso você precisa sair do piloto automático. Perceber o que faz sentido para você porque REALMENTE faz sentido para você e o que não faz e você fazia simplesmente porque todos os demais faziam

20) Reflita sobre o que é SUCESSO para VOCÊ. Eu demorei para pensar nisso e acabei vivendo atrás de algo que para mim não fazia sentido, pelo simples fato de não saber o que era sucesso

21) Procure um mentor(a). Alguém que te faça as perguntas certas, que cause aquele ‘mindblowing’. E que te mostre e aconselhe os caminhos que já foram trilhados – apesar de cada caminho ser diferente é bom ter idéia do que os outros já percorreram

22) Assuma a sua autorresponsabilidade de uma vez por todas. Chega de ser vitimista. Aja como um adulto responsável. “Você é responsável por tudo aquilo que está criando agora na sua realidade – TUDO!”

23) Escute. Aprenda o que é escuta ativa. Isso faz uma enorme diferença na nossa vida. A maioria de nós escuta o outro se preparando para dar uma resposta, uma justificativa ou um conselho

24) Viaje. Só assim abrimos a nossa mente. Conheça novas culturas, novos pontos de vista, novas formas de viver. Viaje o máximo que puder! Eu já fui para 35 países e ainda tenho muito que percorrer

25) Agradeça todos os dias. Pelo quê? Aí é com você. A gratidão é uma prática (e não um sentimento) que gera um bem-estar enorme

26) Não viva uma vida sem um propósito. E lembre-se seu propósito pode ser cuidar das flores de um jardim, ajudar a sua vizinha a pregar um quadro na parede. Propósito não é GRANDIOSO! Você já descobriu o seu?

27) Demonstre seu amor e carinho a quem você ama. A vida é curta demais. Já reparou que  sempre que alguém morre repentinamente pensamos sobre essas coisas? Pois é, que tal lembrar-se disso agora?

28) Celebre as suas conquistas (inclusive as pequenas). Nossa tendência é olhar para o que não conquistamos e deixamos o que já temos/fizemos de lado

29) Aprenda a trocar um pneu de carro, costurar um botão e decore o número dos bombeiros e da polícia. Emergência é isso: a gente não espera que aconteça mas acontece. Esteja preparado. Já passei muito perrengue, acredite

30) Lembre-se de que “tudo é um interessante ponto de vista”. Lembre-se desta frase e inúmeros conflitos e discussões nem irão começar

31) Olhe para seus pais e perceba que eles são meros seres humanos. Não são super-heróis e não são perfeitos. Muitas das suas angústias irão passar depois que você internalizar isso

32) Aprenda a receber. Temos a tendência de dar e ficamos desconfortáveis quando recebemos algo. Não fique. Receba um presente, um elogio, dinheiro. Apenas receba (e claro, agradeça!)

33) Contemple a natureza por 5 minutos todos os dias. Pratique o estado de presença e sua vida irá mudar

34) Não desista de algo que você nem começou e que você queira muito. Tente. Se não der certo, pelo menos você tentou

35) Faça terapia! É para todos. Em qualquer época da vida, em qualquer idade. Todo mundo tem questões a serem resolvidas (uma criança ferida, um trauma...). TODO MUNDO! E se você está dizendo que não precisa enquanto lê este texto, ah, você é que precisa mais do que os outros!

 

Fez sentido aí pra você? 

 

Luciana Okazaki (Iskrépi; F-11) ex-moradora da República Cupido, é engenheira agrônoma vivendo seu propósito como Terapeuta Integrativa

 

Quer descobrir mais sobre a minha Jornada de Autoconhecimento? Veja outros insights sobre meu ano sabático, transição de carreira e como viver uma vida mais leve no meu Instagram @luciana.okazaki

PUBLIQUE NO BLOG!
PUBLICIDADE
APOIADORES