Acontece ESALQ

Revista Científica da ESALQ tem Novo Editor Chefe

02/10/2015 - Por
Atenção: Os textos e artigos reproduzidos nesta seção são de responsabilidade dos autores. O conteúdo publicado não reflete, necessariamente, a opinião da ADEALQ.

7114 views 0 Gostei 0 Não gostei





Como parte das iniciativas do mês de outubro, comemorativas da 58ª Semana Luiz de Queiroz, a diretoria da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (USP/ESALQ) e a Comissão Editorial da Revista Scientia Agricola, realizaram ontem, 01/10, a cerimônia de posse do novo editor chefe do periódico científico.


Assim, Paulo Cesar Sentelhas, professor do Departamento de Engenharia de Biossistemas da ESALQ, assumiu a função de editor-chefe da Revista Scientia Agricola, em decorrência da cessação da designação do professor Luís Reynaldo Ferraciú Alleoni.

Sentelhas.jpg










Paulo César Sentelhas, durante cerimônia de posse (Crédito: Gerhard Waller)

A cerimônia foi conduzida pelo diretor da Escola, Luiz Gustavo Nussio, que destacou a revista como importante ferramenta de visibilidade institucional. “A Scientia Agricola é uma janela de visibilidade e observação internacional da nossa instituição. A ESALQ é pródiga em construir ações duradouras, que cultivam sua história e garantem nossa excelência e essa publicação é certamente uma dessas iniciativas”.


Em sua fala, o novo editor ressaltou a qualidade editorial da revista. “Conseguimos atingir um alto nível de excelência entre as publicações científicas nacionais com padrão internacional, e o desafio será manter este patamar, pois cada artigo publicado em nossas edições passa por um crivo de qualidade bem rígido”.  

Scientia.jpg









Paulo César Sentelhas, Luís Reynaldo Ferraciú Alleoni e Luiz Gustavo Nussio (Crédito: Caio Albuquerque)


A publicação é responsável pela divulgação de artigos originais que contribuam para o desenvolvimento das ciências agrárias, ambientais e biológicas. Até a última avaliação, o fator de impacto da revista da base de dados da Web of Science encontrava-se no estrato A2 na área de Ciências Agrárias. Na avaliação de 2015, a revista atingiu o nível máximo (A1) graças à sua constante melhoria, permanecendo, nos últimos cinco anos, com fator de impacto (F1) acima de 0,7.


Histórico - Criada em 1944, como Anais da ESALQ, inicialmente, a publicação só editava artigos e resultados de pesquisas da instituição. Depois, com o propósito de mudar esse caráter de revista institucional e promover uma abertura à pesquisadores e professores de outras instituições do Brasil e do exterior, a partir de 1992 passou a se chamar Scientia Agricola.


Em 2000, a revista passou a editar quatro números por ano. Eram três desde 92. A partir de 2004, para atingir um padrão internacional, passou a ser bimestral e um ano antes, ainda buscando este modelo, todos os artigos passaram a ser publicados em inglês.


Acesse a publicação na base Scielo .


Texto: Caio Albuquerque (02/10/2015)


Artigo originalmente publicado no site da ESALQ, Para acessar a versão original clique aqui



PUBLICIDADE
APOIADORES