Acontece ESALQ

OCUPAÇÃO FAZENDA FIGUEIRA

08/09/2015 - Por
Atenção: Os textos e artigos reproduzidos nesta seção são de responsabilidade dos autores. O conteúdo publicado não reflete, necessariamente, a opinião da ADEALQ.

6932 views 0 Gostei 0 Não gostei
À partir de assembléia geral, foi votado e deliberado o posicionamento do Centro Acadêmico “Luiz de Queiroz”, pelos 223 estudantes de graduação presentes em Assembleia, e foi solicitado aos mesmos o respeito a diversidade ideológica, visto que as partes, FEALQ e MST, também estão adotando um acordo de maneira pacífica.

Após a mediação das informações levadas pela diretoria, foram elencados alguns pontos de grande necessidade a serem discutidos e deliberados pelos estudantes da ESALQ. Assim, foram tirados os seguintes posicionamentos:

- Estamos de acordo que a área da Fazenda Figueira cumpre sua função social prevista em lei e não deva ser destinada a reforma agrária;

- Estamos de acordo que as 1.200 famílias ali presentes sejam imediatamente destinadas a outras áreas do Paraná através do órgão responsável pela reforma agrária, o INCRA;

- Estamos de acordo de que, caso seja necessária a reintegração de posse pela Polícia Militar, a mesma seja de forma não-violenta, levando em consideração a presença de 1.200 famílias;

- Por fim, repudiamos incitações de ódio e ameaças às opiniões dos estudantes. Somos a favor do direito de expressão.

Gestão "EmFrente" (CALQ 2015/2016)

Para acessar o documento completo da assembléia clique aqui


PUBLICIDADE
APOIADORES